Emanuel Gurgel fala da trajetória da Mastruz e diz: “tem muita coisa ruim no mercado"


O maior fundador de bandas de forró do Nordeste, Emanuel Gurgel, abriu o baú em uma entrevista reveladora à produtora Imaginar Filmes. Ele foi o responsável por lançar no cenário musical entre 1992 e 1993, cerca de 40 bandas, dentre elas Mastruz com Leite, Cavalo de Pau, Balaio de Gato, Banda Aquarius, Mel com Terra e Calango Aceso. São 41 minutos de sabedoria que levam ao público histórias desconhecidas do forró eletrônico e suas dificuldades. A principal delas era o esforço para uma banda ganhar a mídia na época.

“Para o Mastruz ir pra mídia eu tive que pagar jabá em todas as emissoras do Nordeste onde eu fazia negócio. Quando eu dava as costas, os caras tiravam da programação e simplesmente ganhavam meu dinheiro. Por isso foi desenvolvido a SomZoom Sat”, revela.

Segundo Emanoel, o forró nos ano 90 era visto como um ritmo de péssimo gosto. A prova disso é que as maiores casas de Fortaleza não queriam saber do estilo musical. Isso até a chegada do Mastruz com Leite.

“Nos anos 90 o forró funcionava de uma maneira muito arcaica porque era feito só com zabumba, triangulo e sanfona. Era tocado muito no baixo meretrício. As pessoas tinham vergonha de dançar forró. Depois que criamos o Mastruz com Leite, a gente conseguiu invadir todas as casas de espetáculo. Quem tocava forró era considerado de péssimo gosto”, afirma na entrevista.

Em um rápido momento de descontração, Gurgel revela que o Nordeste já chegou a ter 3 mil bandas de forró em atividade. “Já chegamos a ter no Nordeste 3 mil bandas de forró, brigando, mas trabalhando. Todo empresário joga. Ele pode acerta e errar”, declarou.

O empresário fala também do cenário atual e revela: “tem muita coisa ruim no mercado”. Em uma comparação com Chico Lopes, outro produto seu, ele diz que o cantor da música “Eliane” era ruim, mas era engraçado, o que não acontece atualmente.

“Eu nunca vi tanta coisa ruim fazendo sucesso. Hoje fazem questão de quanto mais ruim para fazer sucesso. Chico Lopes era ruim porque era engraçado e agora é diferente, é muito ruim porque é incompetente. Tem muita coisa ruim que eu puxaria a cordinha pra descer”, revela.

Assista a entrevista:



Fonte: ForroDicumforca


Deixe seu Comentários: